Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República

 

 
  25/10/2010
 
   
O jornal O Estado de São Paulo trouxe nesta segunda-feira, dia 25 de outubro, página A12, matéria em que o jornalista Fausto Macedo noticia a reação da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) diante de ofensa disparada por promotor contra o advogado do Partido da República em São Paulo.

Conforme noticiou o Estadão, o promotor eleitoral Maurício Antônio Ribeiro Lopes acusou de "sórdida" toda a classe dos advogados ao agredir verbalmente o advogado Ricardo Vita Porto, que representa o deputado eleito Everardo Tiririca da Silva.

A ofensa contra Vita Porto foi publicada pelo jornal Correio Braziliense, edição do dia 22 de outubro, quando o promotor concedia entrevista sobre processo contra o deputado Tiririca. "Advogado é sórdido", declarou o promotor quando se referia ao trabalho de defesa do deputado eleito.
Ofendido pela declaração publicada pelo jornal da capital federal, Vita Porto protocolou representação na OAB que, logo em seguida, anunciou providências. "Desta vez, todos os limites da civilidade foram ultrapassados, tendo o promotor extrapolado em sua manifestação, ofendendo violentamente não os advogados de Francisco Everardo, mas sim toda a classe dos advogados ao designar de forma genérica os advogados como sendo 'sórdidos'", denuncia Porto na representação acolhida pela entidade que representa os advogados de São Paulo.

A colocação do promotor Maurício Lopes "foi alvo de amplo debate" no colégio de presidentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). "A ofensa tem conotação criminosa, é grave porque violou a função estatal que deve cumprir", relatou Silvio Salata, presidente da Comissão de Estudos Eleitorais da Ordem.

A OAB estuda medidas contra o promotor, que pode ser enquadrado no artigo 7º do Estatuto da Advocacia: "No caso de ofensa a inscrito na OAB, no exercício da profissão o conselho competente deve promover o desagravo público do ofendido, sem prejuízo da responsabilidade criminal em que incorrer o infrator".

Clique e Leia:

OAB SP DIVULGA NOTA REPUDIANDO DECLARAÇÃO DE PROMOTOR DO CASO TIRIRICA



Fonte: Estado de São Paulo - 25/10/2010
   




LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SCN Qd. 2 Bl. D Torre A Sala 225 Brasília - DF - CEP: 70712-904

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/

© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil 21 . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF



Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922