Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Notícias do Correio 22 - Partido da República

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


Clique no ícone do Media Player para assistir ou fazer download do vídeo em wmv
 

Clique no ícone acima para conhecer a Biblioteca de Vídeos do PR no You Tube
 

Clique no ícone acima para fazer download do vídeo em MP4 e enviar pelo whatsapp
 

Clique no ícone acima para assistir ou fazer download do vídeo em Quick Time (plataformas da apple)
 
01/04/2019 — Para assistir o vídeo do lado esquerdo da tela, você precisa instalar o Flash player
 
 
Deputado federal Edio Lopes (PR-RR)
Deputado federal Edio Lopes (PR-RR)
Brasília - O relator da Medida Provisória nº 855/18, deputado Edio Lopes (PR-RR), adiantou que vai incluir no seu parecer um dispositivo para obrigar as distribuidoras da Eletrobras privatizadas no ano passado a manter, por um período a ser definido por ele, os requisitos de eficiência econômica e energética anteriores à venda. Esses requisitos são regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A afirmação foi feita durante audiência pública realizada pela comissão mista, na última quinta-feira, 28, que analisa a MP. Foram vendidas pela Eletrobrás as companhias de Rondônia (Ceron), Amazonas (Amazonas Energia), Acre (Eletroacre), Roraima (Boa Vista Energia), Piauí (Cepisa) e Alagoas (Ceal).

Para o relator, os novos controladores têm a obrigação de manter pelo menos a qualidade anterior à privatização. “Esse parâmetro [de eficiência] estará rigorosamente dentro daquilo que historicamente vinha ocorrendo no período da Eletrobras”, frisou. “Não haverá, no meu relatório, margem para que o novo controlador faças as suas contas ao seu bel-prazer”.

Durante a audiência, parlamentares da região Norte mostraram preocupação com a piora na qualidade dos serviços das distribuidoras leiloadas. Para o deputado Marcelo Ramos (PR-AM), o risco de apagão nos serviços é real. “Não há garantia de manutenção do fornecimento de energia no interior do Amazonas”, exemplificou o republicano.

Carência

O assunto veio à tona porque a MP 855/18 contém um artigo que autoriza a Aneel a conceder uma carência de cinco anos para aplicação de parâmetros de eficiência econômica e energética às distribuidoras da privatizadas após novembro que recebem subsídios para o combustível usado na geração de energia elétrica.
Os subsídios são custeados pela Conta de Consumo de Combustível (CCC). Essa medida beneficia sobretudo a Amazonas Energia, leiloada em dezembro. Para Lopes, a carência representa um “cheque em branco”.

O governo alega que a carência tem o objetivo de garantir a viabilidade econômica da prestação do serviço em localidades onde a distribuidora opera com prejuízo acima do nível regulatório aceitável.

Companhia estadual

O relator disse também que deverá acolher no parecer uma emenda que viabiliza que a privatização da Companhia de Eletricidade do Amapá (Cea), a ser realizada pelo governo estadual, seja associada à assinatura do contrato de concessão, de competência da Aneel.

Essa é uma reivindicação do governo amapaense, que busca as mesmas condições que foram oferecidas às distribuidoras da Eletrobras. O diretor presidente interino da Cea, Rodolfo Torres, participou da audiência pública realizada pela comissão mista da medida provisória. Edio Lopes deverá definir os prazos limites para a licitação e para a transferência do controle. A emenda fala em 31 de janeiro de 2020 e 30 de abril de 2020, respectivamente.

O relator confirmou que entrega o parecer na próxima terça, para ser votado no mesmo dia, se houver acordo entre os partidos, ou no dia seguinte. A MP 855/18 vigorará somente até o dia 23 de abril e ainda precisa passar pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.

Íntegra da Proposta: MPV-855/2018




Topo


© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SEDE NACIONAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA

ENDEREÇO:

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil XXI . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF




Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922


LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SHIN CA 09 LT 16 SALA 115 - ED. GREEN HILLS - LAGO NORTE CEP: 71503-509

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/