Notícias Correio 22
 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Ícone do Windows Media Player
Clique no ícone do Media Player para assistir ou fazer download do vídeo em wmv
 
Ícone do Youtube
Clique no ícone acima para conhecer a Biblioteca de Vídeos do PR no You Tube
 
Ícone do WhatsApp
Clique no ícone acima para fazer download do vídeo em MP4 e enviar pelo WhatsApp
 
Ícone do QuickTime
Clique no ícone acima para assistir ou fazer download do vídeo em Quick Time (plataformas da apple)
 
26/02/2019 — Para assistir o vídeo do lado esquerdo da tela, você precisa instalar o Flash player
 
 
Deputada federal Flávia Arruda (PR-DF)
Deputada federal Flávia Arruda (PR-DF)
Brasília - O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na última segunda-feira, 25, o Requerimento 500/2019, de autoria da deputada federal Flávia Arruda (PR-DF), que prevê a criação de uma Comissão Temporária Externa com o objetivo de acompanhar casos de violência doméstica contra a mulher e de feminicídio.

A parlamentar defende a criação da Comissão externa e de outras iniciativas da Casa para dar visibilidade aos casos de agressão e o cumprimento de penas mais rígidas e eficazes aos agressores.

“Vamos, com coragem e determinação, dar visibilidade a cada caso de agressão, envergonhar e mostrar os agressores, buscar a punição exemplar de cada um, encorajar as mulheres nesse grito de basta!”, defendeu.

Em seu primeiro discurso no Plenário, na tarde da última segunda-feira, 25, a republicana citou dados referentes à violência contra a mulher no País e apresentou o requerimento com o intuito de dar respostas ao pedido de socorro que vem de toda a sociedade.

“Há uma voz que sai de dentro de cada um de nós, chamando-nos a nossa responsabilidade para lutar contra o feminicídio, contra essa vergonha da violência contra a mulher brasileira”.

O Mapa do Feminicídio, publicado pela Comissão da Mulher da Câmara dos Deputados, aponta que as unidades federativas com o maior volume de casos noticiados deste crime estão distribuídas em todas as regiões. Em São Paulo, até mesmo pelo volume populacional, há a maior concentração de notícias sobre feminicídio. Foram mais de 3 mil casos veiculados pela imprensa nesse Estado. Em seguida, vêm Rio de Janeiro (1.186 casos), Distrito Federal (869), Bahia (788) e Mato Grosso do Sul (786).
Segundo a parlamentar, é urgente que as estruturas estejam prontas para receber, escutar, proteger e lutar ao lado das mulheres vítimas de violência.

“É preciso encorajar, porque não adianta criar leis punitivas, mas que não deem poder e força para essas mulheres lutarem por seus direitos e que também não as acolhe de forma efetiva em um momento de tamanha vulnerabilidade”, considerou.

Íntegra da proposta: Requerimento 500/2019


Fonte: Assessoria de imprensa da deputada
Topo


© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SEDE NACIONAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA

ENDEREÇO:

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil XXI . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF


SAC

Tel.: - (61) 32029922

Instituto Alvaro Valle

Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922


LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SHIN CA 09 LT 16 SALA 115 - ED. GREEN HILLS - LAGO NORTE CEP: 71503-509

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/